Diário com pânico: maus tempos

Se eu for analisar praticamente quanto tempo estou sem tomar remédio, posso dizer seguramente que faz um mês.

Sinceramente tem estado difícil essa situação… Semana passada quase surtei, foi dureza, fazia mais de um ano que não em desesperava tanto a ponto de tremer no meio da rua e ligar para o meu pai pedindo para conversar comigo até que eu chegasse em casa.

Me senti uma fracassada.

Sinceramente eu sabia que isso possível de acontecer mas não achei que fosse dessa maneira, achei que seria mais tranquilo. É frustrante demais passar por todas essas sensações de novo, mudar o caminho por medo de ter a mesma sensação no caminho anterior, entrar em lugares fechados, comprar garrafas de água para beber toda vez que começasse uma agonia, colocar casaco num calor desgraçado e usar bolsas pesadas porque eu preciso sentir peso nos meus ombros…

Acho que minha maior inimiga é a minha visão, toda vez que ela começa a ficar turva eu sinto que vou me descontrolar, a vontade que tenho é de andar de olhos fechados pela rua.

Estou tentando não fazer disso um big deal, porque eu NÃO VOU voltar ter isso, não vou deixar isso acabar com a minha vida social e profissional de novo.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s